Notícias » Personagem

Filha de ‘Zé do Caixão’ acusa empresa de não ter cuidado adequadamente do artista

Segundo a filha, Liz Marins, a Prevent Senior não cumpriu com os pedidos da família; a companhia se pronunciou

Redação Publicado em 22/11/2021, às 16h32

O personagem clássico Zé do Caixão em "Encarnação do Demônio" (2008)
O personagem clássico Zé do Caixão em "Encarnação do Demônio" (2008) - Divulgação / 20th Century Studios

Internado em janeiro de 2020, o cineasta José Mojica Marins, o famoso Zé do Caixão, veio a falecer de broncopneumonia na segunda semana de fevereiro do mesmo ano.

No entanto, os cuidados da empresa Prevent Senior para com Mojica estão sob intensas críticas da filha do artista, a também cineasta Liz Marins.

De acordo com o relato de Liz, o tratamento queJosé Mojica Marins recebeu no Hospital Sancta Maggiore foi inadequado e pode ter levado ao óbito do artista. 

A filha do acusa, em especial, dois médicos que faziam parte da equipe de cuidados de Mojica.

“Um que tirou ele da semi-uti quando ele estava estabilizado, grave, mas estabilizado, e mandou pro quarto e um médico que vendo o meu pai com a saturação despencando no quarto, não deu o atendimento imediato e ficou tentando nos convencer a deixá-lo morrer”, especificou Liz em entrevista à GloboNews.

Segundo a artista, os médicos estavam tentando convencer a família de Mojica que não havia nada a ser feito, desde o dia 5 de fevereiro, e não seguiram os pedidos dos familiares de investirem todos os seus esforços para manter o ‘Zé do Caixão’ vivo. As informações são da cobertura do G1.

“Eu sabia que aquilo não podia ficar daquela forma, que meu pai não ia falecer desse jeito, não comigo vendo isso”, elaborou.

Em nota oficial, a empresa Prevent Senior negou as acusações e afirmou que “todos os investimentos possíveis foram realizados no tratamento do Sr. Mojica”, mesmo que não seja possível provar isto com os prontuários devido a questões legais.