Notícias » Personagem

Filha do apresentador Bolinha relata drama pessoal após despejo

Em entrevista à TV, Vitória Cury fala sobre sua situação: “Não me joguem pedra, não me critique por não saber da minha história”

Fabio Previdelli Publicado em 04/04/2022, às 16h20

O apresentador Bolinha
O apresentador Bolinha - Divulgação

Filha do apresentador Bolinha, que faleceu em 1 de julho de 1998, relata estar vivendo um drama após ser despejada no início da última semana. Ao Domingo Espetacular, da TV Record, Vitória Cury disse que teve que sair da casa em que morava por não conseguir pagar o aluguel. "Não tinha onde dormir”.

Ao programa televisivo, Cury deu mais detalhes sobre sua situação econômica e como acabou chegando nesta crise. Atualmente, ela revela que está morando na casa do amigo Sérgio Oldenburg, na Zona Norte de São Paulo. 

Tudo aconteceu de repente, embora já tivesse processo, já vinha correndo [na Justiça], eu sabia que poderia acontecer. Qual era a minha ilusão? Que eu venderia meu imóvel em Guarujá e pagaria os aluguéis atrasados. E pronto, sairia numa boa", explica. 

O imóvel em questão é um entre os sete imóveis que ficaram sob custódia das filhas do apresentador. Entretanto, Vitória revelou que acabou vendendo suas propriedades em momentos em que teve dificuldades financeiras. 

Cury reconhece que errou ao tentar manter as propriedades sem ter dinheiro para pagar o IPTU e os condomínios mensais dos apartamentos, quase todos ficavam localizados no litoral de São Paulo. 

"Talvez tenha errado, achava que se eu mantivesse os imóveis, com condomínio, pagava o condomínio, IPTU. Devia ter vendido todos e comprado uma casa. Não tinha essa visão. Eu fui vendendo para apagar o fogo", completou. 

A filha de Bolinha conta que o pai sempre foi contra que ela, a irmã e sua mãe trabalhassem, mas o cenário mudou com sua morte. Vitória revela que, durante a pandemia, chegou a tentar vender sorvete para arcar com suas dívidas. 

"Apelar para quem tem bom coração. Eu quero dizer que não me joguem pedra, não me critique por não saber da minha história. Sou uma mulher muito assumida, digna", completou.