Notícias » Rússia

Filhas de Putin são alvo de sanções dos EUA

Medida é a mais recente da lista de pressões econômicas pelo fim da guerra na Ucrânia

Ingredi Brunato, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 06/04/2022, às 15h00

Trecho de entrevista com Maria Vorontsova, filha do presidente russo
Trecho de entrevista com Maria Vorontsova, filha do presidente russo - Divulgação/ Youtube/ Телеканал

Maria Vorontsovae Katerina Tikhonova, filhas do líder do Kremlin, Vladimir Putin, e sua ex-esposa Lyudmila Shkrebneva, terão seus ativos congelados nos Estados Unidos, anunciou o governo norte-americano nesta quarta-feira, 6. 

Essas são apenas as últimas de uma série de sanções econômicas impostas por diversos países ao redor do mundo como forma de pressionar a Rússia pelo fim da guerra iniciada contra a Ucrânia. 

Segundo informações repercutidas pela CNN, por volta de 400 membros do Kremlin e 140 empresários russos já foram sancionados pelo governo dos EUA desde o início do conflito, que está atualmente em seu 42° dia. 

Os bloqueios econômicos também se estendem aos principais bancos da nação, e proíbem os investimentos em negócios russos por parte de empreendedores norte-americanos. 

A despeito dos esforços globais, as negociações de paz entre o governo russo e as autoridades ucranianas avançam de forma lenta, conforme atualizações recentes repercutidas pela Reuters.