Notícias » Personagem

Filho acumula garrafas de uísque ganhas desde a infância e vende coleção por R$ 300 mil

O estranho presente, dado desde seu primeiro aniversário pelo pai, fez o escocês garantir a quantia que pagou sua casa

Wallacy Ferrari Publicado em 09/09/2020, às 13h30

Matthew ao lado de um copo com uísque
Matthew ao lado de um copo com uísque - Divulgação / BBC / PxHere

Matthew Robson nasceu na Escócia, país de tradição na produção de uísque, porém, o costume familiar iniciaoa por seu pai, Pete, não foi dos mais convencionais; desde 1992, ano de nascimento do filho, o garoto foi presenteado com uma garrafa da bebida alcoólica por todos os aniversários, sempre recebendo a orientação de não consumir o conteúdo.

Ao longo dos anos, Pete atualizava a safra, sempre comprando o mesmo uísque Macallan do tipo single malt e envelhecido por 18 anos. O filho fez pouco caso e até achava estranho o hábito do pai, posteriormente explicado em entrevista à BBC: "Achei que seria interessante se eu comprasse uma todo ano, e ele acabasse com 18 garrafas de uísque envelhecido por 18 anos no seu aniversário de 18 anos".

Mesmo após completar a maioridade, Matthew não abriu as garrafas; do contrário, continuou a ser presenteado e, ao descobrir que os itens da marca Macallan valorizaram bastante na década de 2010, concluiu que seria possível obter algum lucro. Hoje, com 28 anos, as 28 garrafas de uísque estão avaliadas em £40 mil, cerca de R$ 300 mil. Postas à venda, o estranho investimento do pai possibilitou a compra de um apartamento ao filho.

Com o auxílio de Mark Littler, um dos principais corretores de venda especializado em uísque, as garrafas formam um “conjunto perfeito” e estão prontas para serem vendidas para colecionadores ou entusiastas. Já Matthew compreende que hábito era incomum, mas que resultou em um feliz retorno: "Achava um presente bem peculiar, pois era um tanto jovem para começar a beber".