Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Chico Xavier

Filho adotivo de Chico Xavier explica o uso de perucas pelo médium

Em relato, filho de Chico Xavier derruba especulações feitas a respeito do uso das perucas

Redação Publicado em 30/06/2022, às 12h26

Registro de Chico Xavier - Divulgação/Vídeo
Registro de Chico Xavier - Divulgação/Vídeo

Francisco Cândido Xavier, conhecido como Chico Xavier, foi um dos maiores líderes do espiritismo no Brasil, popularizando os conhecimentos da doutrina religiosa no século 20.

A sua morte ocorreu quando ele tinha 92 anos, em 30 de junho de 2002. Portanto, hoje, 20 anos depois da sua passagem, diversas homenagens têm sido feitas, principalmente as visitas a sua antiga casa, transformada em um museu.

Dentro do memorial, um tipo de artefato sempre chamou a atenção dos visitantes, as perucas que o espírita usava.

Segundo a apuração do jornal Folha de São Paulo, muitas pessoas especulavam que ele usava perucas por questões de vaidade. Contudo, o seu filho adotivo revelou o verdadeiro motivo, 20 anos depois, e derrubando as teorias que se tratava meramente de 'vaidade'. 

"Ele tinha crises de sinusite, as perucas ajudavam a proteger do vento, tanto que depois que passou a usar boinas não usou mais as perucas”, diz Eurípedes Humberto Higino dos Reis, de 72 anos, para o jornal Folha de São Paulo.

20 anos sem Chico

Ainda na apuração do jornal, é dito que uma pesquisa feita com os visitantes que visitaram o local recentemente, é apontado que, além das  obras originais que estão no museu, o que mais chama a atenção são as perucas. Afinal, muitos não tinham conhecimento do uso por parte de Chico Xavier.

Nos 20 anos sem Chico Xavier, o site Aventuras na História entrevistou com exclusividade o jornalista e escritor Marcel Souto Maior, autor da biografia ‘As Vidas de Chico Xavier’ (Editora Planeta). 

Durante a conversa, ele deu detalhes sobre a vida humilde do médium e enfatiza que a morte de sua mãe se tornou um fator “chave” para compreender a trajetória de Chico