Notícias » Brasil

Filho de Covas diz que pai seria presidente e critica chapa Lula-Alckmin

Ex-prefeito de São Paulo faleceu em maio de 2021 vítima de um câncer

Fabio Previdelli Publicado em 14/05/2022, às 12h28

Tomas e Bruno Covas em entrevista ao Fantástico
Tomas e Bruno Covas em entrevista ao Fantástico - Divulgação/Fantástico/Rede Globo

Tomás Covas deu entrevista à Folha de São Paulo falando sobre seu pai, Bruno Covas, ex-prefeito de São Paulo que faleceu há quase um ano. Ele foi vítima de um câncer em 16 de maio de 2021. 

Morando em Nova York, o jovem de 16 anos afirmou que pretende voltar ao Brasil nas próximas semanas para terminar o ensino médio em São Paulo. Entre outros assunto, Tomás, que é filiado ao PSDB, falou sobre a trajetória política do pai

"Para ser sincero, não tenho dúvidas que o meu pai seria presidente do Brasil algum dia. No mínimo, com certeza candidato, e acho que a gente iria, sim, ganhar", afirma o jovem à Folha. 

Vejo que é uma grande perda não só para mim, como um pai, um líder, minha inspiração, como é para o Brasil”, continuou.

Críticas à Lula e Alckmin

Tomás falou também sobre a atual polarização política que o país vive entre Jair Bolsonaro e Luiz Inácio Lula da Silva. Ele criticou o apoio de Geraldo Alckmin ao petista. "Foi para um partido de esquerda [PSB] e para um projeto que, no meu ponto de vista, é um projeto pessoal."