Notícias » Brasil

Filme Marighella, de Wagner Moura, tem sua estreia cancelada por complicações da Ancine

Por complicações burocráticas no repasse da verba prometida para o filme, não será possível a estreia no dia 20. Mas a equipe se prontificou para realizá-la

André Nogueira Publicado em 13/09/2019, às 09h00

None
- Reprodução

A equipe de produção do longa Marighella notificou à imprensa que a estreia do filme foi cancelada de sua data original, que seria o próximo 20 de novembro. Segundo a equipe, chefiada por Wagner Moura, o filme vêm enfrentado os trâmites e a burocracia da Ancine na liberação de verba, que já fora usada e deveria ser ressarcida.

Com a nova direção nacional, a Ancine começou a complicar a produção de obras de cunhos que desviem do esperado pelo governo. A estreia do filme foi pensada para acontecer nos 50 da morte do guerrilheiro, na data em que se comemora a Consciência Negra.

Seu Jorge e Wagner Moura / Crédito: Reprodução

 

Em nota, a equipe declarou:

 “Nós, produtores do longa-metragem Marighella, dirigido por Wagner Moura, anunciamos que a data de lançamento do filme nos cinemas brasileiros, divulgada anteriormente para 20 de novembro de 2019, está cancelada. Os produtores haviam escolhido o mês de novembro, que marca os 50 anos de morte de Carlos Marighella, e o dia 20, da Consciência Negra, para a estreia. No entanto, a O2 Filmes não conseguiu cumprir a tempo todos os trâmites exigidos pela Ancine (Agência Nacional do Cinema). Marighella segue sendo apresentado com muito sucesso em vários festivais de cinema no mundo. Nosso objetivo principal sempre foi a estreia no Brasil. Os produtores e a distribuidora Paris Filmes vão seguir trabalhando para que isso aconteça”.