Notícias » Ciência

Físico da Universidade da Califórnia perde aposta de US$ 10 mil com youtuber

Derek Muller fez um vídeo com um carro movido a vento que fez com que o pesquisador duvidasse das leis da física

Isabela Barreiros, sob supervisão de Alana Sousa Publicado em 06/07/2021, às 12h40

O carro movido a vento Blackbird
O carro movido a vento Blackbird - Divulgação/Youtube/Veritasium

Desafiar a física não é algo que acontece todos os dias — e o professor de física da Universidade da Califórnia em Los Angeles (UCLA) Alexander Kusenko sabe bem disso. Assim, ele decidiu aceitar uma aposta com o youtuber de ciências Derek Muller, dono do canal Veritasium na última semana.

Como informou o Canal Tech, o físico acabou perdendo a aposta de US$ 10 mil, o que vale cerca de R$ 50 mil, que estava relacionada a um carro movido a vento. Kusenko acreditava que era impossível o carro andar mais rápido que o vento que o movia. Muller, porém, decidiu provar o contrário.

Tudo começou no dia 29 de maio, quando o youtuber postou um vídeo em seu canal em que apresentava o carro Blackbird, criado por Rick Cavallaro, que é movido a vento. O mais impressionante é que ele pode ser mais rápido que a própria velocidade do vento que faz com que a hélice gire. 

O professor afirmou que isso seria impossível, negando as leis da física. Para que essa dúvida fosse tirada, os dois fizeram uma aposta, e o resultado nós já conhecemos: o físico perdeu. Neil deGrasse Tyson e Bill Nye foram testemunhas da aposta, para que ninguém trapaceasse. 

O youtuber e Xyla Foxlin, que também faz um trabalho de divulgação científica pelo canal, explicaram que a velocidade do carro fica igual à velocidade do vento quando o carro é acionado, mas a hélice traz uma força infinita ao sistema, fazendo com que o automóvel seja mais rápido. 

Muller recebeu o dinheiro da aposta, mas explicou que não ficará com ele. O influenciador afirmou que doará o valor para uma iniciativa de divulgação científica, onde será realizada uma competição com prêmios para os três melhores.