Notícias » Polônia

Foragido há 20 anos, assassino é preso por não usar máscara

O curioso caso, divulgado nesta terça-feira, 4, aconteceu em Varsóvia, na Polônia

Pamela Malva Publicado em 04/01/2022, às 21h00

Imagem meramente ilustrativa
Imagem meramente ilustrativa - Divulgação/ Pixabay/ jardin

Nesta terça-feira, 4, a polícia de Varsóvia, na Polônia, divulgou a resolução de um caso inusitado na região. Segundo o UOL, um assassino condenado e foragido há 20 anos acabou preso, mas por uma infração diferente: não usar máscara em lugares públicos.

Em entrevista à agência de notícias AFP, a subinspectora da polícia polonesa Elwira Kozlowska explicou o curioso acontecimento. "O indivíduo foi preso pela Polícia no distrito de Bielany por não usar máscara", narrou ela.

O homem, que não teve sua identidade revelada, tem 45 anos e foi levado para um centro de detenção preventiva. Agora, ele deve cumprir 25 anos de detenção, de acordo com a sentença que recebeu pelo seu primeiro crime.

Questionada sobre os detalhes da condenação do detento, Kozlowska se recusou a dar mais informações sobre o assassinato que fez o homem ser condenado na primeira vez. É importante pontuar, todavia, que, já na quarta onda da pandemia, a Polônia tem endurecido ainda mais as políticas de distanciamento e de combate ao coronavírus.

No total, o país já registrou mais de 4 milhões de casos da doença desde o início da pandemia. Em 29 de dezembro, inclusive, a nação registrou o maior número diário de mortes causadas pelo Coronavírus durante a nova onda, segundo divulgado pela Folha.