Notícias » Rússia x Ucrânia

Forças Aéreas irão mandar um avião para resgatar brasileiros na Polônia

Buscando cidadãos brasileiros que saíram da Ucrânia, a embarcação também levará ajuda humanitária

Pedro Paulo Furlan, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 03/03/2022, às 17h48

Avião do modelo KC 390 Millenium será o que resgatará brasileiros
Avião do modelo KC 390 Millenium será o que resgatará brasileiros - Divulgação / FAB (Força Aérea Brasileira)

Após uma semana de conflito constante entre a Rússia e a Ucrânia, desde a invasão militar russa, iniciada na quinta-feira, 24, o Brasil se movimenta para resgatar brasileiros que saíram da Ucrânia e decidiram retornar ao seu país de origem. Nesta quinta, 3, o Ministério da Defesa anunciou o envio de uma aeronave.

O Itamaraty, centro do Ministério das Relações Exteriores, já foi procurado por mais de 100 brasileiros que desejam retornar ao Brasil, enquanto ainda estão presos na Ucrânia. No entanto, muitos não conseguiram informar exatamente a cidade onde estão, logo o resgate começará com os refugiados na Polônia.

De acordo com a cobertura do portal de notícias G1, a Defesa afirmou, em um comunicado, que o envio do avião foi ordem direta do presidente da República, além de explicar que é uma aeronave da Força Aérea Brasileira (FAB), que sairá daqui do Brasil na próxima segunda-feira, 7, transportando ajuda humanitária para a Ucrânia.

Por determinação da Presidência da República e sob coordenação dos Ministérios da Defesa e das Relações Exteriores, uma aeronave KC-390 Millennium da Força Aérea Brasileira tem previsão de decolar na segunda-feira (7) à tarde, de Brasília (DF), para o resgate de brasileiros que estão sendo evacuados da Ucrânia. Do Brasil, a aeronave transportará 11,5 toneladas de material de ajuda humanitária", escreveram.

O avião deve pousar em Varsóvia, capital polonesa, e retornar ao Brasil na quinta-feira,10. Segundo determinação de Jair Bolsonaro, outra embarcação será preparada e estará de prontidão para resgatar brasileiros em terras ucranianas ou refugiados nos países em torno do ataque russo.