Notícias » Mundo

Mais lidas: Os fósseis de 66 milhões de anos usados para decorar calçada na Tailândia

Os moluscos fossilizados, que foram contemporâneos dos dinossauros, teriam sido comprados na África

Ingredi Brunato, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 03/05/2022, às 14h47 - Atualizado em 07/05/2022, às 07h00

Fotografia de mostrando dois dos moluscos pré-históricos fossilizados
Fotografia de mostrando dois dos moluscos pré-históricos fossilizados - Divulgação/ Departamento de Recursos Minerais da Tailândia

Em Bangkok, capital da Tailândia, pesquisadores se surpreenderam ao encontrar fósseis de moluscos de 66 milhões de anos encrustados nas calçadas do centro, como forma de decoração. 

O detalhe arqueológico inusitado, repercutido pelo site Aventuras na História na última terça-feira, 3, foi fotografado por um turista, e posteriormente acabou chamando atenção de integrantes do Ministério de Recursos Naturais e Meio Ambiente do país. 

Uma investigação por parte dos especialistas revelou a existência de 77 conchas fossilizadas espalhadas pela calçada. As criaturas marinhas que habitaram as estruturas teriam vivido ao lado de dinossauros, conforme repercutido pela AFP nesta terça-feira, 3. 

Os artefatos valiosos teriam sido fixados no local dois anos antes, quando a calçada daquela rua passou por uma restauração. 

Mais exemplos de moluscos fossilizados / Crédito: Divulgação/ Departamento de Recursos Minerais da Tailândia

Lembrancinha histórica

Ainda segundo a AFP, é comum que fósseis dessas criaturas oceânicas sejam vendidos em pontos turísticos de certos países africanos, como Marrocos e Madagascar.

Assim, os visitantes têm a oportunidade de levar para casa as conchas de moluscos do Jurássico ou Cretáceo, acoplando os objetos de milhares de anos em chaveiros e outros produtos.