Notícias » Paleontologia

Fóssil de 192 milhões de anos de dinossauro com ‘armadura’ é descoberto na China

O esqueleto bastante completo deve ajudar paleontólogos a entenderem a evolução do parente próximo do ancestral que originou os estegossauros e anquilossauros

Isabela Barreiros Publicado em 24/03/2022, às 10h07

Representação artística da espécie Y. kopchicki, descoberta em Yunnan, na China
Representação artística da espécie Y. kopchicki, descoberta em Yunnan, na China - Divulgação/Yu Chen

Uma espécie recém-descoberta de dinossauro, cujo fóssil foi encontrado na província de Yunnan, no sudoeste da China, pode ajudar paleontólogos a entenderem a evolução dos grupos de animais na região até o surgimento dos estegossauros e anquilossauros.

Batizado de Yuxisaurus kopchicki, trata-se de uma espécie antiga de Thyreophoras, que significa “portadores de escudo”, um grupo que compreende animais herbívoros possuidores de uma placa óssea parecida com uma armadura, que possibilita defesa.

Partes do esqueleto encontradas pelos pesquisadores / Crédito: Divulgação/Xi Yao

De acordo com o estudo que descreve o esqueleto, publicado no periódico científico eLife, o animal antecede outras espécies com armadura que viveram mais tarde em territórios que seriam a Alemanha e Inglaterra, por exemplo.

“A armadura evidencia que se trata de um dinossauro muito similar aos estegossauros e anquilossauros, mas a sua idade mostra ser um membro primitivo, que não se encaixa nesses dois grupos, e provavelmente é um parente próximo do ancestral que originou ambos”, explicou Paul Barrett, pesquisador do Museu de História Natural da Inglaterra e colaborador do estudo, em nota.

Local das escavações que revelaram o fóssil / Crédito: Divulgação/Shundong Bi

Como reporta a revista Galileu, a espécie foi descoberta em rochas que remontam ao começo do período Jurássico, entre 192 a 174 milhões de anos atrás, surpreendendo os cientistas, já que isso o deixa bem perto do início da linha evolutiva do grupo.

Embora o Y. kopchicki não seja o mais antigo dinossauro dinossauro já encontrado desse tipo, ele pode ajudar a entender a evolução da espécie a partir das placas ósseas observadas em suas costas.

Ilustração do dinossauro batizado de Yuxisaurus kopchicki / Crédito: Divulgação/Yu Chen

Isso porque, segundo os pesquisadores, a criatura apresentava uma “armadura” mais achatada e distribuída de forma diferente das espécies mais recentes, o que sugere que os ancestrais evoluíram mais cedo do que o imaginado.

“O achado consiste em um esqueleto bastante completo, com pedaços do crânio, vértebras, partes dos membros (pernas e patas) e muitas partes da armadura do animal. É a amostra mais antiga e mais bem preservada de um dinossauro do tipo em toda a Ásia”, acrescentou Barett.