Notícias » Pré-História

Fóssil de baleia pré-histórica com 4 patas que caminhava na terra e nadava é encontrado no Peru

Este é o primeiro registro de baleias quadrúpedes do Oceano Pacífico e do Hemisfério Sul

Alana Sousa Publicado em 09/04/2019, às 14h00

A baleia de 4 patas
Reprodução

O fóssil de uma baleia quadrúpede com cascos foi encontrado no Peru. Com 42,6 milhões de anos, o esqueleto pode ampliar o que se sabe sobre a transição dos maiores mamíferos do planeta da terra para o mar.

A escavação, iniciada em 2011 pela equipe internacional de pesquisadores de diversas naturalidades, incluindo Peru, França, Itália, Holanda e Bélgica, publicou agora um artigo sobre a descoberta na revista científica Current Biology. O animal foi batizado de Peregocetus pacificus, que significa “baleia viajante que atingiu o Pacífico”.

Segundo o estudo, a baleia possuía habilidade de locomoção terrestre e utilizava sua cauda para nadar. Seus pés com cascos e a anatomia de suas pernas mostram que esses animais teriam sido capazes de suportar o peso de seu corpo de quatro metros de comprimento para andar em superfícies fora da água.

Partes Preservadas do Esqueleto

Um dos autores da pesquisa, o cientista do Instituto Real Belga de Ciências Naturais, Olivier Lambert, afirma que o peregocetus pacificus era qualificado para nadar sem interrupção durante dias ou semanas, porém era preciso retornar à terra para certas atividades, tais como acasalar e dar à luz a filhotes.

Os dentes afiados e focinho alongado sugerem que esses seres pré-históricos se alimentavam de peixes ou crustáceos.

Ancestrais de espécies similares, mais velhos e menores, com quatro membros, foram descobertos anteriormente, mas este último fóssil preenche uma parte crucial do conhecimento sobre a evolução das criaturas e como essas se espalharam pelos oceanos.