Notícias » Paleontologia

Fóssil de dinossauro descoberto no interior de São Paulo pode ser de Titanossauro

O herbívoro de até 25 metros de comprimento já teve um exemplar encontrado no estado há 12 anos

Wallacy Ferrari, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 02/08/2021, às 17h54

Fóssil coberto por formação rochosa
Fóssil coberto por formação rochosa - Divulgação / TV TEM

O paleontólogo William Nava analisou o fóssil encontrado em uma rodovia no interior de São Paulo, entre os municípios de Marília e Júlio Mesquita, e acredita que as características apresentadas pela peça se assemelham a parte do fêmur de um Titanossauro, espécie de dinossauro que já teve outros exemplos descobertos na região.

A análise, revelada pela filial local da TV Globo, TV TEM, paralisou as obras de remoção por dois meses, mas evidenciando a presença de dinossauros no centro-oeste paulista durante o período Cretáceo, há cerca de 70 milhões de anos. O osso encontrado ainda está coberto por arenito e deve ser limpo nas próximas semanas.

Ilustração de titanossauro, espécie herbívora que supostamente viveu no centro-oeste paulista / Crédito: Okayama University of Science

 

Eles variavam de tamanho entre 9 e 10 metros até 20, 25 metros de comprimento e habitavam todo o hemisfério sul e particularmente na região de Marília e Presidente Prudente temos vários registros desse tipo de dinossauro, indicando que eles pastavam nessa região e viviam em manadas”, afirmou o pesquisador.

A descoberta, localizada há 20 metros da superfície, ocorreu em maio de 2021, mas não foi divulgado para evitar a presença de visitantes, que poderiam intervir no trabalho de buscas.

Ele descobriu outro pedaço deste herbivoro há 12 anos, próximo do distrito de Padre Nóbrega, apresentando proporções semelhantes.