Notícias » História

Fotógrafo cria galeria inédita registrando sucessores nas poses de suas figuras históricas

Trabalhando com o Instituto Smithsonian, o artista orienta às pessoas que se vistam e se apresentem como seus antepassados

Giovanna de Matteo Publicado em 06/08/2020, às 09h04

Relação do retrato de Mona Lisa e sua neta de 15° grau
Relação do retrato de Mona Lisa e sua neta de 15° grau - Divulgação / Drew Gardner

O fotógrafo britânico Drew Gardner passou 15 anos rastreando os descendentes de figuras históricas famosas em seu projeto, intitulado "Os Descendentes", tendo como objetivo relacionar imagens de personagens históricos e colocar lado a lado com seus sucessores modernos. O principal critério do artista foi externar a proximidade que as figuras históricas tenham com alguém de interesse e que seja razoavelmente famoso.

Para encontrar esses sucessores, o fotógrafo disse ao Insider que faz uma pesquisa na web, estudando árvores genealógicas e, quando acha que encontrou um descendente viável, confirma com um genealogista.

Na maioria das vezes ele já tem um retrato da figura histórica que deseja usar; portanto, ele geralmente verifica se o sucessor que esta contatando têm a mesma idade do ancestral da imagem e se parecem com eles.

Até agora, Gardner fotografou 20 pessoas, colocando suas imagens próximas às de seus ancestrais, como Fredrick Douglass, Thomas Jefferson, Elizabeth Cady Stanton, e até mesmo uma descendente de Lisa del Gioccondo, a famosa musa inspiradora do quadro Mona Lisa, de Leonardo Da Vinci.

Enquanto trabalhava em sua galeria, Gardner disse que pensou em maneiras na qual ele poderia desafiar gentilmente o espectador a lembrar do passado, que tinha muito mais a oferecer do que "apenas um bando de caras brancos correndo por aí".

O trabalho de Gardner — em particular, a imagem de Thomas Jefferson ao lado de seu descendente negro, Shannon LaNier — foi relacionado ao movimento Black Lives Matter e aos protestos recentes que exigem justiça racial. Gardner declarou com entusiasmo que mal sabia que o momento do lançamento de sua obra coincidiria com "o maior movimento de direitos civis desde os anos 1960".

Confira a galeria completa de "Os Descendentes" no site oficial: https://drewgardner.com/introduction/new-the-descendants/