Notícias » França

França: Candidato à presidência quer o fim da produção de Nutella no país

Caso eleito, Jean-Luc Mélenchon será um grande vilão para os fãs franceses do creme de avelã

Wallacy Ferrari, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 29/09/2021, às 10h27 - Atualizado às 10h27

Embalagem de Nutella e Jean-Luc Mélenchon em montagem
Embalagem de Nutella e Jean-Luc Mélenchon em montagem - Getty Images

Apesar de angariar fãs mundialmente, o famoso creme de avelã Nutella tem seu doce sucesso ameaçado na França, principalmente se Jean-Luc Mélenchon, candidato à presidência do país, se eleger.

Defensor de políticas públicas direcionadas a alimentação infantil, o francês explicou a aversão ao produto em entrevista ao jornal Liberation, na última sexta-feira, 17.

O político do partido France Insoumise (França Insubmissa, em tradução livre) é contrário á venda do creme de origem italiana, afirmando tratar-se de um produto que incentiva o atual cenário de "insegurança alimentar coletiva".

O presidenciável justificou que a marca "não é boa para as crianças, não é boa para a floresta e não é boa para os animais que lá vivem" na entrevista e, quando perguntado sobre a interrupção de sua comercialização, ele replicou: "Por que não? Por que continuar?".

Mélenchon ainda acrescentou que tem interesse em regulamentar a publicidade alimentar direcionada para crianças, buscando racionar ingredientes como açúcar, sal e corantes, buscando incentivar o consumo de alimentos de origem natural, como frutas, verduras e legumes.