Notícias » Ucrânia

Frase de soldado que viralizou após invasão da Ucrânia causa polêmica

Nos últimos dias, uma reflexão atribuída a Erich Hartmann dividiu opiniões nas redes sociais

Redação Publicado em 25/02/2022, às 17h07

Imagem do piloto
Imagem do piloto - Domínio Público

Vladimir Putin iniciou oficialmente a invasão da Ucrânia na última quinta-feira, 24. Como resultado, desdobramentos caóticos têm sido divulgados a cada momento e, até o momento, a invasão promovida pela Rússia matou 137 pessoas em um único dia, conforme repercutido pelo presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky. 

Diante do cenário trágico e marcado por incertezas, uma frase de guerra ganhou as redes sociais. A frase, conforme repercutido pelo Correio Braziliense, é atribuida ao combatente Erich Hartmann, que combateu durante a Segunda Guerra. 

“A Guerra é um lugar onde jovens, que não se conhecem e não se odeiam, se matam, por decisões de velhos que se conhecem e se odeiam, mas não se matam.”

Em minutos, as palavras atribuidas ao soldado viralizaram nas redes sociais, contudo, uma internauta enfatizou que Erich Hartmann representou a Alemanha Nazista durante o conflito mundial.

"Galera tá compartilhando a frase de um soldado nazista né …. O Erich Hartmann", escreveu. 

"Até eu tinha compartilhado bo calor da emoçao no meu status. Mas depois de uma hora lendo e relendo comecei a me incomodar com a frase ai apaguei. Ai vendo agr esse post, ainda bem q apaguei", respondeu uma conta. 

Ao mesmo tempo, outros internautas não concordaram com o que foi escrito. 

"Era um menino que foi obrigado a lutar. A frase é exatamente sobre isso. O conteúdo é 0 nazista/fascista/pan-germânico. Em QUALQUER conflito, tenha certeza que mais de 80% dos jovens que estão lá no front se matando, o estão fazendo porque são OBRIGADOS, e a frase é sobre isso". 

Outros internautas também ressaltaram que nem todos os nazistas praticaram crimes de guerra, assim como combatentes de outros países. 

"A desonestidade intelectual da gata Erich Hartmann foi um herói de guerra, tal como Rommel e outras pessoas que lutaram nas forças armadas REGULARES da Alemanha Primeiramente, nunca teve evidência alguma de que Hartmann participou de crimes de guerra, segundo: ele era um humano", diz a publicação. 

E quem foi Hartmann?

Representando a Alemanha Nazista durante a Segunda Guerra, ele foi um piloto de caça, alcançando o status de caça de maior sucesso do conflito áreo. Durante o conflito, é dito que Hartmann abateu 352 aeronaves dos aliados. 

Com os seus feitos durante o conflito, a Alemanha Nazista o condecorou com a Cruz de Cavaleiro da Cruz de Ferro, a mais alta concedida pelo país. Ele faleceu em 1993, aos 71 anos, na Alemanha.