Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Família real britânica

Fundação do príncipe Charles recebeu doação da família Bin Laden, diz jornal

A fundação do herdeiro do trono britânico segue sob investigação desde o mês de fevereiro

Redação Publicado em 01/08/2022, às 11h23

Príncipe Charles  e Osama Bin Laden - Getty Images
Príncipe Charles e Osama Bin Laden - Getty Images

O príncipe Charles, filho mais velho da rainha Elizabeth, aceitou uma doação da família Bin Laden para sua fundação no valor de um milhão de libras (1,21 milhão de euros), conforme afirmou o Sunday Times.

Segundo a fonte, os assessores do herdeiro do trono britânico teriam aconselhado que a fundação não aceitasse a quantia, uma vez que a mesma provinha da fortuna da família do mandante dos atentados de 11 de setembro de 2001, Osama bin Laden.

Ainda que os doadores não sejam suspeitos de qualquer crime e tenham repudiado os atos de Osama, a informação aumenta tensões no Reino Unido, uma vez que a fundação do príncipe está sob investigação desde fevereiro deste ano.

Investigação

De acordo com o UOL, a investigação tem como objetivo descobrir se as doações para a fundação de Charles se deram em troca de títulos honoríficos e se foram usadas para apoiar um pedido de naturalização por parte do empresário saudita Mahfuz Marei Mubarak bin Mahfuz.

A doação de um milhão de libras foi realizada no ano de 2013 pelo meio-irmão do fundador da Al-Qaeda, Bakr bin Laden, e seu irmão Shafik.

As autoridades suspeitam que o antigo ajudante de camareiro de Charles, Michael Fawcett, quem seria amigo do príncipe, teria usado sua influência para ajudar Bin Mahfuz a obter uma condecoração.