Notícias » Cultura

Gabriela Prioli e Leandro Karnal lançam Clube do Livro em parceria com a Editora Planeta

Apresentadora da CNN e professor selecionaram oito livros sobre temas variados, como História, Filosofia, Política e Relacionamento. Confira lista!

Redação Publicado em 10/05/2021, às 16h00

Leandro Karnal e Gabriela Prioli
Leandro Karnal e Gabriela Prioli - Divulgação/Danilo Borges/Editora Planeta

Num país em que a média de leitura é de três livros por ano, Gabriela Prioli, apresentadora da CNN e advogada, conseguiu um feito em 2020: reuniu mais de 6000 inscritos em seu Clube do Livro, que analisou nove obras ao longo de um ano.

Em 2021, o Clube do Livro está de volta e tem uma grande novidade: Leandro Karnal, professor e parceiro de Gabriela Prioli na bancada do CNN Tonight, se junta ao projeto. Com a meta de estimular o prazer da leitura e disseminar o conhecimento, a dupla selecionou oito livros sobre temas variados, como História, Filosofia, Política e Relacionamento.

Outra novidade da versão 2021 do projeto é a parceria com Editora Planeta, que vai disponibilizar um kit especial do Clube do Livro de Gabriela Prioli e Leandro Karnal com todos os livros e um planner que ajudará na rotina de leitura. O aluno pode, no entanto, comprar os livros da maneira que preferir. Não há restrição de idade ou nível de instrução. O importante é a disposição para ler junto com os dois professores.

O Clube do Livro é totalmente online, o que facilita o acesso do conhecimento a pessoas em todas as partes do Brasil ou até para falantes da língua portuguesa pelo mundo. Aos alunos serão oferecidas aulas e lives, além de material didático para conduzir a leitura das obras numa conta exclusiva no Instagram. Todas as obras são de autoria de escritores consagrados no Brasil e no exterior. É a oportunidade de os participantes serem apresentados a assuntos sobre os quais talvez não teriam contato de outra maneira.

Ao fim do Clube, após a exposição a inúmeros pontos de vista, espera-se que o participante consiga entender as diversas opiniões para que ele ou ela possa desenvolver seu próprio ponto de vista.

As atividades Clube do Livro de Gabriela Prioli e Leandro Karnal começam em meados de junho de 2021. Os apresentadores vão unir seus conhecimentos para dar uma visão ainda mais abrangente sobre os temas abordados nos 8 livros selecionados por eles para o Clube. Confira os títulos escolhidos para a edição 2021 do Clube do Livro:

Humanidade, de Rutger Bregman – Selo Crítica | Editora Planeta

Neste best-seller internacional, Rutger Bregman, considerado um dos mais proeminentes pensadores da atualidade, propõe nova perspectiva sobre a história da humanidade pautada na generosidade.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Planeta de Livros Brasil (@planetadelivrosbrasil)

 

Elogiado por figuras como Yuval Harari, Humanidade questiona a visão pessimista sobre a espécie humana e apresenta uma série de estudos e exemplos para defender o revolucionário argumento de que o ser humano está “programado” para ser bom.


Eu sou dinamite!, de Sue Prideaux – Selo Crítica 

Considerada pela crítica a melhor biografia já escrita de Friedrich Nietzsche, Eu sou dinamite! tira o intelectual das sombras e rumores que sempre o cercaram e o aproxima do leitor.

Especialista na vida e obra do filósofo, Sue Prideaux emprega o método da triangulação, mostrando o biografado pelos eventos de sua vida, sua escrita e sua obra publicada, além de apresentar suas nuances psicológicas e retratos das pessoas que foram importantes para ele, como a sua irmã Elisabeth, cegamente nacionalista e antissemita.


Fascismo à brasileira, de Pedro Doria – Selo Planeta

No livro, Pedro Doria reconstrói a história da Ação Integralista Brasileira, narra de maneira detalhada como o líder da organização, Plínio Salgado, construiu o movimento, além de estabelecer as semelhanças e diferenças com o bolsonarismo, governo que atualmente representa a extrema-direita no Brasil.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Planeta de Livros Brasil (@planetadelivrosbrasil)

 


As grandes estratégias, de John Lewis Gaddis – Selo Crítica 

Escrito pelo premiado historiador inglês John Lewis Gaddis, especialista em Guerra Fria e professor de Yale, nos EUA, o livro analisa a visão estratégica de importantes personalidades da história como Sun Tzu, Santo Agostinho, Maquiavel, Tolstói e Franklin Roosevelt.

A obra também aponta os princípios da boa estratégia ao se posicionar a favor da liberdade e contra a soberba de lideranças ditatoriais.


Novas formas de amar, de Regina Navarro Lins – Selo Planeta

Depois da revolução sexual, do divórcio, da pílula, do movimento LGBT e de tantas outras mudanças de costume, amar virou um verbo plural. No livro, a escritora e psicanalista propõe uma reflexão sobre relacionamentos e amor nos dias atuais.


Internacionalismo ou extinção, de Noam Chomsky – Selo Crítica 

Na obra, Noam Chomsky aborda questões que representam ameaças para a humanidade, como o aquecimento global, o conflito nuclear e o esvaziamento da democracia para apontar a importância dos movimentos sociais e dos acordos mundiais para a defesa do mundo e da paz. A edição traz um prefácio exclusivo sobre o coronavírus.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Planeta de Livros Brasil (@planetadelivrosbrasil)

 

 


A metamorfose, de Franz Kafka – Selo Minotauro 

Publicado pela primeira vez em 1915, este clássico da literatura mundial descreve o caixeiro viajante Gregor Samsa, que abandona as suas vontades e desejos para sustentar a família e pagar a dívida dos pais. Numa certa manhã, Gregor acorda metamorfoseado num inseto monstruoso. A edição é ilustrada, traz prefácio de Marcelo Hessel, do Omelete, e blurbs de grandes pensadores da atualidade.


O dilema do porco-espinho, de Leandro Karnal – Selo Planeta 

A partir de referências filosóficas ou religiosas, relacionadas a fatos históricos ou a romances, Leandro Karnal reflete sobre a natureza de viver só – ainda que por pouco tempo.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Planeta de Livros Brasil (@planetadelivrosbrasil)

 

Ele apresenta como a solidão é encarada no cinema, na literatura, na música e nas artes, viaja pela modernidade líquida e também analisa a solidão no mundo virtual.