Notícias » Galápagos

Galápagos: mancha de diesel deixada por barco que naufragou é superficial

O naufrágio ocorreu no último sábado, 23

Redação Publicado em 25/04/2022, às 14h16

Barreiras colocadas por funcionários do Parque Nacional Galapagos para evitar que o óleo se espalhe
Barreiras colocadas por funcionários do Parque Nacional Galapagos para evitar que o óleo se espalhe - Divulgação / Twitter / @parquegalapagos

O naufrágio de um barco turístico que transportava cerca de 2.000 galões de diesel no último sábado, 23, deixou uma mancha superficial de combustível na região das ilhas Galápagos. A área é considerada Patrimônio da Humanidade no Pacífico do Equador.

De acordo com o Ministério do Ambiente local, "foram tomadas medidas imediatas para reduzir o impacto do desastre nos ecossistemas marinhos". O órgão também disse, em nota, que "as atividades aquáticas em alguns locais de visitação" foram suspensas.

Medidas de contenção da mancha

"Na primeira área do incidente foram colocadas barreiras de contenção e absorção para isolar o combustível liberado pela embarcação naufragada", declarou o Ministério, referindo-se à região de Puerto Ayora, capital da Ilha de Santa Cruz.

De acordo com a estatal petrolífera Petroecuador, não houve vítimas. Nenhuma autoridade, no entanto, forneceu informações sobre o tamanho ou capacidade da embarcação, que segue afundada, nem mesmo acerca dos efeitos do ocorrido sobre a fauna local.