Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Parque de diversões

Ganso amarrado desvia de argolas arremessadas em ‘brincadeira’ de parque de diversões

Situação foi registrada na China e condenada pela Peta; vídeo circula na web e revoltou internautas

Redação Publicado em 04/08/2022, às 14h25

"Brincadeira" com ganso que causou polêmica na China - Divulgação/Youtube/SyncMedia
"Brincadeira" com ganso que causou polêmica na China - Divulgação/Youtube/SyncMedia

Um ganso foi amarrado em uma cadeira de plástico como parte de uma “brincadeira” oferecida por um parque de diversões de Yantai, na província chinesa de Shandong, no final do último mês.

O “jogo” consistia em tentar acertar argolas no pescoço do ganso, que fica amarrado em um banco de plástico colocado em cima de uma mesa também de plástico. É necessário pagar para poder participar e quem consegue acertar ganha um prêmio.

Esse tipo de brincadeira é bastante comum em parques de diversão, mas não envolve animais vivos, somente equipamentos que permitem que as pessoas se divirtam ao arremessarem as argolas.

Revolta e críticas

Um vídeo que mostra o “jogo” foi publicado nas redes sociais e vem circulando na web, onde foi criticado por internautas que ficaram revoltados com o abuso do animal. Na gravação, é possível ver o ganso se movimentando para se desviar das argolas.

Segundo o tabloide britânico Daily Mail, a Peta (People for the Ethical Treatment of Animals), organização não governamental que defende os direitos dos animais, condenou a situação.

"Esses vídeos de pessoas jogando objetos em gansos indefesos mostram que, lamentavelmente, ainda existem pessoas que veem os animais como mercadorias cujos medos e sentimentos não têm importância", disse Elisa Allen, diretora de Bem-Estar Animal da Peta.

"Os gansos são pássaros inteligentes e sensíveis que merecem ser respeitados como indivíduos, não como diversão", completou.

+O site Aventuras na História está no Helo! Não fique de fora e siga agora mesmo para acessar os principais assuntos do momento e reportagens especiais. Clique aqui para seguir.