Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Aborto

Garota de 11 anos que engravidou após estupro realiza aborto

MPF anuncia que garota de 11 anos estuprada conseguiu realizar aborto nessa quarta-feira, 22

Redação Publicado em 23/06/2022, às 16h06

Depoimento da garota de 11 anos - Divulgação/Youtube/Migalhas
Depoimento da garota de 11 anos - Divulgação/Youtube/Migalhas

Garota de 11 anos estuprada em Santa Catarina, foi autorizada a realizar o aborto. O procedimento foi realizado nessa quarta-feira, 22, segundo informado pelo MPF (Ministério Público Federal).

O hospital que realizou o aborto recebeu instruções do MPF para realizar o caso independente de autorização judicial, idade e tamanho do feto, permitindo a realização do procedimento nos casos autorizados por lei.

A advogada da família não quis se pronunciar. O caso está em segredo de justiça e por esse motivo, o hospital informou, em nota, que não dá informações sobre os pacientes também em respeito à sua privacidade. As informações são do G1.

Segundo comunidado do MPF, o hospital foi procurado pela garota e sua representante legal e tomou as previdências necessárias:

"[ o hospital] comunicou à Procuradoria da República, no prazo estabelecido, que foi procurado pela paciente e sua representante legal e adotou as providências para a interrupção da gestação da menor".

Impedida de realizar o aborto após estupro

A garota de 11 anos, foi inicialmente impedida de realizar o aborto, após ter sido estuprada. A juíza de Santa Catarina, Joana Ribeiro Zimmer, através de áudios, induziu a garota à desistir do procedimento, caracterizando a situação como homicídio.

Joana Ribeiro Zimmer encaminhou a garota a um abrigo, o que impedia a execução da decisão da justiça para a interrupção da gravidez, que havia sido autorizada.  A justiça de Santa Catarina autorizou a saída da menina da instituição onde ficou após medida protetiva do Ministério Público catarinense, nesta terça-feira, 21. A garota permaneceu no local por um mês.