Notícias » Ásia

Garoto de 13 anos encontra rara lápide de tumulo Bizantino enquanto procurava cogumelos, em Israel

Junto aos seus parentes, levou o artefato as autoridades responsáveis pela arqueologia local e descobriu que tinha um tesouro em mãos

Wallacy Ferrari Publicado em 10/03/2020, às 12h56

Stav Meir encontrou a pedra com escrituras de um sepultamento
Stav Meir encontrou a pedra com escrituras de um sepultamento - Divulgação / Facebook

Enquanto procurava cogumelos junto ao seu pai, irmãos e primos em um matagal de Cesareia, Israel, um garoto de 13 anos chamado Stav Meir tropeçou em uma pedra pesada, que estava cravada no chão. Ao observar a pedra, notou que havia escrituras na mesma, semelhantes a que havia estudado no colégio.

Stav então entregou o artefato a um arqueólogo da Israel Antiquities Authority, que analisou a peça e concluiu que, pelas características de confecção, se tratava de uma instrução funerária de um enterro da era bizantina, com cerca de 1.500 anos de idade, sendo de uma pessoa identificada como Anastasius ou Anastasia.

Tumulo encontrado em Israel - Créditos: Divugação / Youtube

 

Dada a qualidade da escritura e da pedra, o Dr. Peter Gendelman, pesquisador sobre a Cesareia na Israel Antiquities Authority, pôde concluir que pertenceu a um sepultado de alto status social. “Nos tempos antigos, Cesareia já era um centro de atração para uma população rica”, acrescentou Peter.

Já Stav, orgulhoso de sua descoberta, disse que reconheceu que era algo antigo imediatamente: “Estudei arqueologia na escola juntamente com a Autoridade de Antiguidades de Israel; portanto, posso identificar facilmente antiguidades quando as vejo”. O garoto recebeu um Certificado de Apreciação por sua boa cidadania.


+Saiba mais sobre o Império Bizantino:

De Bizâncio para o mundo: A saga de um império milenar, de Colin Wells (2011) - https://amzn.to/2TUQmAU

Impérios: Uma nova versão da história universal, de Jane Burbank (2019) - https://amzn.to/2vXDxh6

Bizâncio, o Império da Nova Roma, de Cyril Mango (2008) - https://amzn.to/2TJ43Uk

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a revista Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.