Notícias » Brasil

Garoto de 9 anos dribla segurança e viaja escondido em avião de Amazonas para São Paulo

O menino atravessou o aeroporto sem passagem e documentos, apenas pesquisando na internet "como entrar despercebido"

Wallacy Ferrari Publicado em 01/03/2022, às 10h42

Avião da empresa LATAM durante decolagem
Avião da empresa LATAM durante decolagem - Divulgação / LATAM

Um garoto de 9 anos conseguiu mobilizar, sozinho, autoridades de aviação civil e unidades da Polícia Civil interestaduais. O motivo? Cruzou o país sozinho, sem um centavo no bolso, sem levar documentos e ainda andando de avião. Identificado como Emanuel, o garoto entrou sozinho em um avião do Aeroporto de Manaus, driblando toda a segurança e desembarcando em Guarulhos, em São Paulo.

A história digna de filme iniciou com um desespero familiar; na manhã de sábado, 26, ele foi dado como desaparecido pela mãe, que só obteve informações sobre o filho quando, no final do dia, recebeu uma ligação de autoridades do Aeroporto Internacional de São Paulo explicando que ele estava perdido no local.

Sem passagem aérea, ele passou pelas etapas de verificação despercebido, embarcando em um voo comercial da empresa LATAM, que agora investiga como o garoto conseguiu viajar. A empresa também foi responsabilizada, pelo Conselho Tutelar, a retornar o menino para Manaus, o que foi feito no voo seguinte a capital amazonense.

Manifestando indignação, Daniele Marques, mãe do menino, pediu explicações em entrevista à TV Globo: "O que eu fico pensando é como uma criança consegue passar por um sistema de aeroporto que é tão burocrático para gente passar. Por isso eu quero uma resposta da companhia aérea e do aeroporto sobre como o meu filho conseguiu embarcar sozinho".

Em nota, a Polícia Civil informou que já trilha os passos do garoto durante a viagem com registros de câmeras de segurança, mas antecipou que a criança agiu sem a ajuda de adultos, acrescentando que Emanuel planejou o ato com base em pesquisas simples de internet, do tipo "como entrar em um avião despercebido".