Notícias » Arqueologia

Gigante dos mares: Fóssil revela refeição de um possível megalodon jovem

Fóssil de um animal conta com marcas de presas que seriam do tubarão já extinto

Pedro Paulo Furlan, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 03/11/2021, às 14h09

Ilustração do tubarão alimentando-se da grande baleia
Ilustração do tubarão alimentando-se da grande baleia - Reprodução / Museu Marinho de Calvert (Tim Scheirer and Clarence (Shoe) Schumaker)

Prestes a ser apresentada na próxima sexta-feira, 5, na conferência anual da Sociedade de Paleontologia, uma pesquisa detectou que as marcas em um fóssil encontrado mostram que uma grande baleia serviu como banquete para um tubarão menor que ela — entre os suspeitos, está incluído o gigante pré-histórico Megalodon.

O osso da nadadeira desta baleia foi escavado pelo coletor de fósseis William Douglass, na região dos penhascos Calvert Cliffs na região em que fica o estado estadunidense de Maryland nos tempos de hoje.

Geralmente, Douglass apenas vende seus fósseis, porém, ao perceber as marcas de dentes nos ossos, ele o doou para o Museu Marinho de Calvert.

Fóssil de baleia com marcas de mordida / Foto: Reprodução / Museu Marinho de Calvert

 

A baleia, levando em conta suspeitas levantadas pelos pesquisadoresStephen Godfrey e Annie Lowry, estava morta, representando somente uma ótima e fácil refeição para o predador. A pesquisa aponta que a cena deve ter ocorrido há mais de dez milhões de anos.

O Megalodon seria bem maior que a baleia, no entanto, segundo a cobertura do portal de notícias científicas Live Science, caso o tubarão que alimentou-se do animal fosse um Megalodon mesmo, haveria de ser um espécime bastante jovem, o que também justifica o fato de estar comendo uma baleia já morta.