Notícias » Esportes

Ginasta Rebeca Andrade participará do encerramento das Olimpíadas como porta-bandeira do Brasil

A medalhista de ouro e prata representará o Brasil na cerimônia, que contará com um número restrito de pessoas devido ao aumento dos casos de covid-19 em Tóquio

Isabela Barreiros, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 04/08/2021, às 11h12

A ginasta Rebeca Andrade posa com as duas medalhas de ouro e prata
A ginasta Rebeca Andrade posa com as duas medalhas de ouro e prata - Getty Images

Rebeca Andrade fez história ao se tornar a primeira ginasta brasileira a conquistar uma medalha nas Olimpíadas. Mais que isso: ela ainda é a única mulher a ganhar duas medalhas em apenas uma edição, ao levar a prata no individual geral e ouro no salto para casa.

Agora, a ginasta será a porta-bandeira do Brasil na cerimônia de encerramento das Olimpíadas de Tóquio, que acontecerá no próximo domingo, às 8 horas, manhã no horário de Brasília (20h no Japão).

O evento contará com um número restrito de representantes de cada país devido ao número crescente de casos de covid-19 em Tóquio e de pessoas relacionadas às Olimpíadas. Ainda assim, o desfile das delegações será realizado, com o tema “Mundos que compartilhamos”.

O Comitê Organizador Tóquio 2020 explicou o lema, segundo o Globo Esporte: “Mesmo não podendo estar juntos, compartilhamos o mesmo momento, e isso é algo que nunca iremos esquecer. Acreditamos que esta mensagem saliente criará uma Cerimônia de Encerramento que abrirá as portas para um futuro melhor. Esperamos que esta cerimônia seja um momento para cada um de nós pensar sobre o que o futuro nos reserva”.

Na cerimônia de abertura, os representantes do Brasil foram a a judoca Ketleyn Quadros e o capitão da seleção masculina de vôlei Bruninho. Já no encerramento, nosso país contará com Rebeca como porta-bandeira, que retornará ao Brasil com o seu treinador Francisco Porath na próxima semana.