Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Glória Perez

Glória Perez desabafa sobre série que investiga assassinato da filha: 'Dói, mas é necessário'

Documentário ‘Pacto Brutal: O Assassinato de Daniella Perez’, conta com depoimentos de Glória Perez, e estreia no próximo dia 21 de julho

Redação Publicado em 07/07/2022, às 09h31 - Atualizado às 10h12

Daniella Perez ao lado de sua mãe, Glória Perez - Divulgação/ HBO Max
Daniella Perez ao lado de sua mãe, Glória Perez - Divulgação/ HBO Max

Glória Perez falou sobre o documentário "Pacto Brutal: O Assassinato de Daniella Perez", que estreia no próximo dia 21 de julho na plataforma de streaming do HBO MAX e narra o crime brutal do assassinato de sua filha há quase 30 anos.

Segundo repercutiu o portal F5, a autora desabafou sobre como ainda é difícil relembrar a morte da filha e como teve que abrir o seu arquivo dos autos do processo para colaborar com a produção.

"Dói demais reviver tudo, mas é necessário que se conte a história como ela aconteceu", afirmou Glória.

"Abrir a divulgação dos autos do processo porque confio que esse documentário não deixe mais espaço nenhum para as versões fantasiosas que os assassinos tentaram emplacar na imprensa, durante os anos que antecederam o júri. Júri condenou os dois por homicídio duplamente qualificado", continuou.

"Os dois, Guilherme de Pádua e Paula Thomaz [hoje, Paula Peixoto] foram condenados por homicídio duplamente qualificado e, na sentença, o juiz sublinhou a crueldade no cometimento do crime, a premeditação bem como a personalidade perversa de ambos", disse.

Perez acrescentou ainda que a diretora do documentário Tatiana Issa, mostrou preocupação em se ater ao conteúdo dos autos do processo, trazendo a público as informações contidas neles.

"O que a série promete trazer de novo, e confio que traga, não é a versão nem a opinião de ninguém. São os autos do processo que condenaram os dois assassinos por homicídio duplamente qualificado", afirmou.

O assassinato de Daniella Perez

Um dos crimes mais brutais conhecidos no Brasil aconteceu em 28 de dezembro de 1992: o assassinato da atriz e dançarina Daniella Perez, filha da autora de telenovelas Glória Perez

Na ocasião, Daniella, que tinha 22 anos, foi morta por seu companheiro de novela, Guilherme de Pádua. O ator contou com a ajuda de sua esposa, Paula Nogueira Thomaz, para por fim à vida da parceira de cena, protagonizando um dos crimes que escandalizou o país e abalou a TV brasileira.

+Leia a história completa sobre o assassinato de Daniella Perez aqui!