Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Daniella Perez

Gloria Perez fala sobre pacto dos assassinos de Daniella: 'Indícios que são muitos fortes'

Em entrevista, Gloria falou sobre a estreia de 'Pacto Brutal', que investiga o assassinato de Daniella Perez

Redação Publicado em 21/07/2022, às 11h26

A atriz Daniella Perez - Divulgação/ HBO MAX
A atriz Daniella Perez - Divulgação/ HBO MAX

Em uma entrevista à jornalista Marcia Piovesan, Glória Perezabordou alguns dos detalhes perturbadores que cercaram o assassinato de sua filha, Daniella Perez, ocorrido quase 30 anos atrás. 

Nesta quinta-feira, 21, foi lançada na plataforma de streaming da HBO a série documental "Pacto Brutal", que reconta o caso criminal através de cinco episódios, e inclui entrevistas de pessoas próximas à falecida atriz, que tinha apenas 22 anos quando perdeu sua vida. 

Na conversa com a jornalista,Glória explicou que o nome do documentário se refere a um suposto pacto firmado entre os assassinos de sua filha, Guilherme de Páduae sua então esposa, Paula Thomaz. 

Tem indícios que são muitos fortes. No local do crime, ela foi encontrada debaixo de uma árvore e dentro de um círculo previamente queimado, que teria sido feito uns 10 ou 15 dias antes [do crime]. Dentro da casa deles, foi encontrado uma imagem estranha que ele [Guilherme] levava para as gravações“, apontou a escritora de novelas. 

“Havia um pacto claríssimo entre os dois. Eles fizeram tatuagens estranhas nos órgãos genitais dez dias antes do crime. O pacto entre eles era muito claro. Depois que acontece o assassinato, você vê a força da união entre os dois, o pacto era muito claro“, concluiu a mãe da vítima. 

Separando ficção de realidade

Uma característica importante de "Pacto Brutal" a ser enfatizada pela novelista é o fato que a série documental se baseia nos autos do processo, de forma que remonta o crime através das evidências encontradas durante a investigação policial. 

Um detalhe relevante é que, na época em que Daniella Perez foi assassinada, ela interpretava a personagem "Yasmin" na novela "Corpo e Alma", escrita por sua mãe, e por vezes a narrativa cercando o caso pareceu confundir a atriz com seu papel na obra ficcional. 

Durante as versões do julgamento, eles usaram características da personagem [Yasmin] na Justiça. Todo mundo misturou a fantasia com a realidade. Mostrar os autos do processo tem um valor maior, mostrar quem de fato a Daniella era“, defendeu Glória na entrevista. 

Confira abaixo o trailer da produção: 


O site Aventuras na História está no Helo! Não fique de fora e siga agora mesmo para acessar os principais assuntos do momento e reportagens especiais. Clique aqui para seguir.