Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Entretenimento

‘Golpista do Tinder’ é expulso de apps de relacionamento

Após o documentário da Netflix e as denúncias de suas fraudes, Simon Leviev foi banido de diversos aplicativos

Pedro Paulo Furlan, sob supervisão de Penélope Coelho Publicado em 12/02/2022, às 08h10

Simon Leviev, ou Shimon Hayut, o 'Golpista do Tinder' - Divulgação / Instagram (@siimon_leviiev_official)
Simon Leviev, ou Shimon Hayut, o 'Golpista do Tinder' - Divulgação / Instagram (@siimon_leviiev_official)

Declarando ser herdeiro do magnata de diamantes Lev Leviev, o israelense Simon Leviev, ou melhor, Shimon Hayut, enganou diversas mulheres em aplicativos de relacionamento, especialmente o Tinder. Depois de oferecer luxos, viagens e carinho, o ‘Golpista do Tinder’ pedia emprestado quantias grandes de dinheiro e desaparecia.

No entanto, pelo que parece, sua saga de roubos e fraudes — como relatada no documentário da Netflix, ‘O Golpista do Tinder’, lançado no início de fevereiro — está terminada, pelo menos no Tinder.

Na última sexta-feira, 11, a plataforma anunciou que diversas investigações foram feitas para garantir que Hayut não esteja mais usando o app.

De acordo com a cobertura do portal de notícias Olhar Digital, a empresa sinalizou a importância de comprovar que Simon Leviev não tem um novo perfil e não pode continuar seus esquemas. Além disso, apontou que ‘O Golpista do Tinder’, possivelmente, poderia ter usado outras identidades, além de Leviev.

“Podemos confirmar que Simon Leviev não está mais ativo no Tinder sob nenhum de seus pseudônimos conhecidos”, declarou.

Além do Tinder,  outros aplicativos e sites de relacionamento também baniram Simon, de maneira a realmente impedi-lo de atuar em outros casos de fraude. Dentre as plataformas estão: OkCupid, Hinge, PlentyofFish, OurTime, Meetic, Pairs e Match.