Notícias » Personagem

Golpista do Tinder é processado por verdadeiros membros da família Leviev

A família considera que teve seu nome desonrado pelo falso parente, Shimon Hayut, que teria aplicado golpes com o sobrenome

Redação Publicado em 05/03/2022, às 13h00

Golpista do Tinder em fotografia publicada no Instagram
Golpista do Tinder em fotografia publicada no Instagram - Divulgação / Instagram

Shimon Hayut, israelense que ficou conhecido como 'Golpista do Tinder' após supostamente roubar milhões de dólares de mulheres por meio do aplicativo de namoro, está sendo processado pela família da qual dizia fazer parte. 

O homem, quem teve a história contada em um documentário da Netflix, teria fingido ser filho de Lev Leviev, um empresário magnata do ramo dos diamantes, para tirar dinheiro de suas vítimas. Segundo informações da BBC, ele mudou seu nome legalmente no ano de 2017, adotando o sobrenome da poderosa família.

De acordo com o site Jovem Nerd, os Levievs consideram que o golpista desonra seu nome enquanto recebe "numerosos benefícios (incluindo materiais), astutamente usando de palavras falsas [e] afirmando ser um membro da família Leviev”. Foi por esse motivo que decidiram multar Shimon e qualquer outra pessoa que colabore com ele.

Conforme a fonte, o advogado da família afirmou que todo o dinheiro recebido por meio do processo deverá ser repassado às vítimas de Hayut.