Notícias » Reino Unido

Governo britânico tenta encontrar pessoa que levou a variante brasileira para o Reino Unido

Em anuncio na manhã de hoje, 1, o primeiro-ministro anunciou novas medidas para conter a disseminação da cepa do coronavírus

Alana Sousa Publicado em 01/03/2021, às 12h00

Boris Johnson durante discurso
Boris Johnson durante discurso - Wikimedia Commons

Na manhã desta segunda-feira, 1, o governo britânico anunciou que reforçará as medidas para encontrar a pessoa que trouxe a variante brasileira do coronavírus para o país. Segundo a agência de notícias, AFP, as autoridades do Reino Unido estão cada vez mais preocupadas com a disseminação da cepa da Covid-19 e, ainda, uma possível resistência às vacinas existentes.

Originada em Manaus, Amazônia, a variante foi detectada também na Escócia, entretanto, três pessoas infectadas voltaram da América do Sul para a Inglaterra. Até o momento duas delas foram encontradas, a última permanece desconhecida, causando desespero em um momento delicado na pandemia.

“Temos um dos regimes de fronteira mais rígidos do mundo para impedir a entrada neste país de pessoas com as variantes que nos preocupam”, afirmou o primeiro-ministro Boris Johnson.

Em entrevista à BBC, Nadhim Zahawi,  secretário de Estado para vacinação, contou que está “trabalhando para localizá-la”. Em sua declaração, ele pediu ajuda da população e que “qualquer pessoa que fez o teste em 12 de fevereiro” deve contatar as autoridades se não estiver com o resultado em mãos.

Além do terceiro lockdown, restrições em voos, o governo começará uma nova onda de testes para que o infectado seja rastreado o mais rapidamente possível. Enquanto isso, a campanha de vacinação no país continua, com 20 dos 66 milhões de habitantes já imunizados.