Notícias » Mundo

Governo da Espanha aprova investigação de pedofilia nas igrejas católicas

Até então, o país ainda não havia ido a fundo na questão

Ingredi Brunato, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 10/03/2022, às 16h13

Imagem poética de terço
Imagem poética de terço - Getty Images

Nesta quinta-feira, 10, o governo espanhol aprovou, com 286 deputados votando a favor, uma comissão destinada a investigar ocorrências de crimes de pedofilia dentro da Igreja Católica. 

A iniciativa é inédita no país, que possui maioria católica: será a primeira vez que uma investigação oficial será conduzida a respeito da questão, conforme divulgado pela Rádio França Internacional. 

A existência de um padrão consistente de abuso sexual de menores por membros do clero, além de esforços estruturais por parte da instituição religiosa para encobri-los, vieram à tona pela primeira vez no ano de 2002, após uma reportagem do The Boston Globe

Desde então, uma série de países analisaram suas próprias igrejas a fim de identificar casos de pedofilia e punir os responsáveis em julgamentos de grande escala. A Espanha, no entanto, ainda não havia se juntado a esse grupo, que conta com França, Alemanha, Estados Unidos e outros. 

"Esse é um primeiro passo para reparar a dor das vítimas, que não haviam sido escutadas até agora", afirmou o primeiro-ministro Pedro Sánchez em sua conta oficial do Twitter.