Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Política

Governo dos EUA debate investigar o exército brasileiro

Deputados norte-americanos estão preocupados com a possibilidade de um novo golpe militar no Brasil

Redação Publicado em 08/07/2022, às 12h49

Membros do Exército caminham no Palácio da Alvorada - Getty Images
Membros do Exército caminham no Palácio da Alvorada - Getty Images

Nos Estados Unidos, seis parlamentares do Partido Democrata recentemente propuseram uma emenda que prevê a elaboração de um relatório a respeito das atividades das Forças Armadas brasileiras.

A medida, que seria adicionada à lei de orçamento de Defesa do governo norte-americano, tem o objetivo de identificar possíveis interferências do exército nas próximas eleições para presidente, que ocorrerão em outubro deste ano. 

Mais especificamente, a preocupação levantada pelos políticos estadunidenses é de que ocorra um novo golpe de Estado no Brasil, segundo informações repercutidas pelo Estadão. 

Vale mencionar que, durante a reunião em que o projeto foi apresentado, houveram outras 1.172 propostas, e essa foi a única a citar um país específico. 

Motivo da preocupação

A emenda, que é nomeada "neutralidade das forças armadas brasileiras durante as eleições presidenciais", menciona cinco ocasiões em que a democracia de nosso país poderia ter sofrido ataques. 

Os fatores geradores de preocupações seriam a criação de desconfiança em relação ao funcionamento do sistema eleitoral, o incentivo a manifestações de teor golpista e tentativas de fazer modificações ao andamento esperado das eleições, entre outros. 

Caso a medida norte-americana seja aprovada e a posterior investigação seja capaz de comprovar a interferência do exército nesses processos democráticos, o Brasil pode ser inclusive encaixado em uma categoria de nações que não recebem ajuda financeira estrangeira durante situações emergenciais.