Notícias » Espanha

Governo espanhol auxiliará 'resistência ucraniana' com 'material militar ofensivo'

A decisão foi anunciada pelo presidente do Governo da Espanha, Pedro Sánchez

Redação Publicado em 02/03/2022, às 07h27

O presidente do governo espanhol, Pedro Sánchez
O presidente do governo espanhol, Pedro Sánchez - Getty Images

Conforme anunciou o presidente do Governo da Espanha, Pedro Sánchez, nesta quarta-feira, 2, o país irá "entregar material militar ofensivo para a resistência ucraniana". A fala se deu durante reunião no Congresso dos Deputados.

Antes da decisão, Sánchez havia declarado que Madrid contribuiria para a defesa ucraniana durante os ataques russos somente por meio de um fundo da União Europeia.

De acordo com informações da AFP, durante sua ida ao Parlamento para explicar a posição da Espanha e da União Europeia em relação ao conflito entre a Rússia e a Ucrânia, o presidente condenou as recentes ações do líder russo Vladimir Putin.

"O presidente Putin não aceita a consolidação global da UE, cujos valores são opostos ao regime que impôs na Rússia", disse ele. Sua decisão de "invadir a Ucrânia é uma tentativa brutal de frear a construção de um espaço político europeu baseado na defesa de valores radicalmente opostos ao autoritarismo que ele representa".

Segundo a agência de notícias, apesar das críticas ao político, Sánchez demonstrou ser solidário ao povo russo, "vítima de Putin". Ele ainda pediu ao presidente da Rússia que liberte todos os cidadãos presos por protestarem contra a guerra.

"Quero pedir ao presidente Putinque ponha em liberdade, imediatamente, todas as pessoas detidas de forma arbitrária", disse o espanhol.