Notícias » Europa

Governo francês fecha boates em meio de aumento de casos de covid-19

Medidas restritivas também foram reforçadas dentro de escolas

Paola Orlovas, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 07/12/2021, às 15h57

Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa - Getty Images

Foi anunciado pelo governo francês na última segunda-feira, 6, que medidas restritivas contra o coronavírus seriam reforçadas e que as boates do país seriam fechadas por quatro semanas, devido ao aumento no número de casos de covid-19, com média móvel mais do que dobra nas últimas duas semanas.

O ministro da Saúde, Olivier Véran, e o primeiro-ministro do país, Jean Castex, afirmaram em entrevista que estudantes dentro de escolas em toda a França serão obrigados a usar máscaras também nos espaços ao ar livre de seus colégios, também anunciando que a quantidade de alunos dentro de refeitórios passará a ser limitada.

É a partir do dia 15 de dezembro que crianças de cinco a onze anos com comorbidades poderão ser vacinadas. Enquanto isso, crianças com mais de doze anos já podem receber a vacina contra Covid-19. As informações são do portal O Globo. 

Durante a entrevista, Castex relembrou a importância da responsabilidade entre os franceses nesse momento crucial:

Temos os meios para passar por esta quinta onda. Cabe a nós sermos responsáveis”, disse o premiê.

No último domingo, 5, a média móvel de casos diários na França foi de 42.633, sendo mais do que o dobro de casos de duas semanas atrás  — 18.240.

O número de pessoas hospitalizadas também aumenta: de acordo com o governo francês, a quantidade de internados ultrapassou 11 mil na última segunda-feira, 6, algo que não era visto desde agosto.