Notícias » Rússia

Governo russo decide proibir Instagram e Facebook no país

Decisão se deu nesta segunda-feira, 21

Redação Publicado em 21/03/2022, às 15h01

Ícones das redes sociais Instagram e Facebook
Ícones das redes sociais Instagram e Facebook - Getty Images

Os Serviços de Segurança russos (FSB) determinaram a proibição "imediata" das redes sociais Facebook e Instagram, nesta segunda-feira, 21. Ambos os serviços pertencem ao grupo americano Meta.

"As atividades da Meta se dirigem contra a Rússia e suas Forças Armadas. Exigimos sua proibição e a obrigação de aplicar esta medida imediatamente", anunciou durante audiência o porta-voz do FSB, Igor Kovalevski.

De acordo com informações do UOL, um promotor pediu a proibição da Meta "por sinais manifestos de atividade extremista", porém pediu que o aplicativo de mensagens WhatsApp, também pertencente à Meta, não fosse incluído na lista.

No dia 11 de março, a Procuradoria-Geral russa pediu que a empresa fosse classificada como organização "extremista", acusando a mesma de justificar "ações terroristas" e promover a incitação ao "ódio e à animosidade" contra os russos por meio do relaxamento das regras contra mensagens violentas nas plataformas.

Segundo o portal de notícias, as redes sociais Instagram, Facebook e Twitter, além de diversos sites de veículos estrangeiros e também russos críticos ao governo já se encontram bloqueados no país.