Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Café

Grãos de café preservados da década de 1850 são encontrados na Austrália

Produto perecível foi perfeitamente conservado provavelmente de maneira semelhante ao que aconteceu em Pompeia

Redação Publicado em 13/07/2022, às 12h00

Grãos de café encontrados em Melbourne, na Austrália - Divulgação/Vídeo/9News
Grãos de café encontrados em Melbourne, na Austrália - Divulgação/Vídeo/9News

Arqueólogos encontraram grãos de café raros impressionantemente conservados que remontam à década de 1850 durante um trabalho de obras no Metro Tunnel, em Melbourne, na Austrália.

Além dos 500 grãos de café, também foram revelados restos de biscoitos ingleses, restos de frutas e outros produtos perecíveis que continuam em excelente estado de preservação embora sejam extremamente antigos.

A descoberta aconteceu em 2018, quando os pesquisadores estavam escavando os restos históricos da mercearia John Connell, próxima ao pub Young and Jacksons, e foi divulgado ao público nesta semana.

Segundo a diretora da escavação, Meg Goulding, a loja foi incendiada durante a era da Corrida de Ouro da Austrália. No entanto, seus produtos acabaram sendo carbonizados e foram preservados de forma semelhante ao que aconteceu na antiga cidade romana de Pompeia, que sofreu com a erupção do Vesúvio em 79 d.C.

"Esta era apenas uma loja geral que estava atendendo os campos de ouro na época", explicou ao canal 9News. "Ele estava lá desde o início da década de 1850, sabemos que a corrida do ouro começou em 1851."

Descoberta rara

Para a gerente de artefatos, Jennifer Porter, os grãos de café representam um “achado raro”. "É uma visão tão rara encontrar um conjunto tão rico de diferentes tipos de artefatos", acrescentou.

A primeira-ministra da Austrália, Jacinta Allan, também falou sobre a descoberta, afirmando que ela prova como o “café tem sido importante para os melburnianos". "Notavelmente, os grãos de café foram preservados e agora fazem parte das raras descobertas que estamos descobrindo à medida que avançamos e entregamos o projeto do Metro Tunnel", destacou.