Notícias » Brasil

Greta Thunberg critica maneira como Brasil administrou pandemia

A ativista sueca deu uma coletiva de imprensa nesta segunda abordando diversos assuntos

Ingredi Brunato, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 19/04/2021, às 15h16

Greta Thunberg durante conferência da COP25 em Madri
Greta Thunberg durante conferência da COP25 em Madri - Getty Images

Nesta segunda-feira, 19, Greta Thunberg deu uma coletiva de imprensa na cidade sueca de Genebra em que falou, entre outros assuntos, sobre a maneira como o governo federal brasileiro tem lidado com as crises geradas pelo coronavírus. Suas falas foram repercutidas pelo UOL. 

"Bolsonaro fracassou em assumir responsabilidades para defender as condições presentes e futuras", opinou a ativista a respeito do chefe de estado do Brasil, dando como exemplo desse fracasso a resposta dele em relação à pandemia. 

Greta, que já foi chamada de “pirralha” pelo presidente após chamar atenção para as queimadas que ocorrem na Amazônia, também conecta a questão ambiental com a pandemia: "Ao cortar florestas, estamos criando condições ideais para que novas doenças cheguem a nós. Não há como separar a crise sanitária e a crise ambiental", argumentou. 

Outra causa pela qual a sueca tem discursado tem sido a distribuição mais igualitária de vacinas contra o vírus pelo mundo: 

"Temos os meios à nossa disposição para corrigir o grande desequilíbrio que existe hoje no mundo inteiro na luta contra a covid-19. Assim como com a crise climática, devemos ajudar primeiro aqueles que são os mais vulneráveis. O nacionalismo está arruinando a reação global à pandemia", comentou a jovem. 

Segundo dados da OMS repercutidos pela mesma notícia, em países de maior renda cerca de uma a cada quatro pessoas já foi vacinada, enquanto os países de baixa renda tem uma média de uma pessoa vacinada a cada 500, números discrepantes que fazem com que em algumas partes do mundo os jovens já estejam sendo imunizados, enquanto em outras ainda existam idosos expostos ao vírus.