Notícias » Venezuela

Grupo dissidente da Farc raptou 8 soldados, confirma governo da Venezuela

Segundo o ministro da Defesa venezuelano, os combatentes continuam sob posso do movimento opositor da Colômbia

Alana Sousa Publicado em 17/05/2021, às 15h00

Vídeo divulgado por autoridades venezuelanas comprovando o sequestro
Vídeo divulgado por autoridades venezuelanas comprovando o sequestro - Divulgação/Ministério da Defesa da Venezuela

No último sábado, 15, o ministro da Defesa da Venezuela, Vladimir Padrino, afirmou que oito soldados do país foram raptados por grupo dissidente das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia, a famosa Farc. As informações foram repercutidas pelo jornal O Globo.

Os venezuelanos foram capturados após combates no estado de Apure, região na fronteira entre as duas nações — que é palco de confrontos armados desde março deste ano.

“Estabelecemos os contatos para levar à sua libertação antecipada e a Chancelaria da República está em coordenação com o Comitê Internacional da Cruz Vermelha, para que este sirva de elo na entrega dos nossos irmãos combatentes”, disse Padrino. O ministro também enfatizou que o grupo ofereceu uma prova de vida dos soldados, e que as autoridades da Venezuela pediram que “preservassem suas vidas e integridade física”.

Ainda que o caso tivesse sido denunciado por uma organização da Venezuela, esta foi a primeira confirmação oficial de que o movimento dissidente da Farc realmente capturou os combatentes.

Segundo Rocío San Miguel, analista militar, não registro desde 1990 de soldados venezuelanos detidos nas mãos dos colombianos. Ainda assim, o conflito entre os dois países deixaram mortos e desabrigados.