Notícias » Nazismo

Carnaval polêmico: Grupo faz desfile nazista na Espanha

A apresentação contava com fantasias de soldados da SS e carros alegóricos representando as câmaras de gás

Daniela Bazi Publicado em 26/02/2020, às 15h51

Desfile da Associação Cultural El Chaparral
Desfile da Associação Cultural El Chaparral - Divulgação/Youtube

Na última segunda feira, 24, um grupo da região de Castilla-de-la-Mancha, na cidade Campo de Criptana, na Espanha, fez um desfile durante o carnaval local que contava com referências ao Holocausto ao som da música Where Have You Been, da cantora pop Rihanna, e gerou polêmica nas redes sociais.

Os participantes da Associação Cultural El Chaparral utilizavam fantasias nazistas e de prisioneiros dos campos de concentração, com alguns dos carros alegóricos representando as chaminés das câmaras de gás, responsáveis por matar milhares de pessoas durante a Segunda Guerra.  

Carro alegórico representando as chaminés das câmaras de gás / Crédito: Divulgação/Youtube

 

O The Guardian, um dos principais jornais inglês, disse que o intuito do desfile era homenagear os 6 milhões de homens, mulheres e crianças judias que morreram no Holocausto e a todos aqueles que sofreram perseguição e extermínio por causa de sua raça, orientação sexual, religião, origem étnica ou ideias políticas.

A embaixada israelense na Espanha se pronunciou em sua conta no Twitter, repudiando o desfile, dizendo que "Condenamos a representação vil e repugnante banalizando o Holocausto no Carnaval de Campo de Criptana, tirando sarro dos seis milhões de judeus mortos pelos nazistas. Os países europeus devem combater ativamente o antissemitismo!".

Tweet da embaixada de Israel na Espanha / Crédito: Divulgação/Twitter

 

O Museu de Auschwitz também se pronunciou sobre o caso no Twitter. Na ocasião, eles disseram "Difícil de descrever: a memória está de cabeça para baixo, passando da vulgaridade e do sensacionalismo. Sem nenhum tipo de relevância, reflexão e nem respeito".

Tweet dao Museu de Auschwitz / Crédito: Divulgação/Twitter

 

A Associação Cultural El Chaparral postou um pedido de desculpas em sua página oficial no Instagram, dizendo que essa não era a mensagem que queriam passar.