Notícias » Arqueologia

Grupos humanos já usavam fogo para criar ferramentas há 300 mil anos, diz estudo

A descoberta inédita foi feita através da análise de itens encontrados em uma caverna israelense

Ingredi Brunato Publicado em 06/10/2020, às 07h00

Fotografia mostrando caverna de Qesem, em Israel
Fotografia mostrando caverna de Qesem, em Israel - Wikimedia Commons

Segundo um artigo publicado recentemente no Nature Human Behavior, ferramentas de pedra de 300 mil anos atrás, no Paleolítico Inferior, já eram confeccionadas através do uso controlado do fogo. 

Descobertas anteriores tinham se deparado com ferramentas com indícios que teriam sido expostas ao fogo em algum momento No entanto, ainda não era possível determinar se essa exposição foi acidental ou proposital. 

Graças ao novo estudo, todavia, foi determinado que esse acontecimento foi proposital. Para tanto, foram examinadas ferramentas de sílex (um tipo de rocha de quartzo) encontradas na caverna Qesem, no centro de Israel, fazendo uso de inteligências artificiais e espectroscopia, ciência que estuda interações da matéria com radiação eletromagnética. 

Os pesquisadores verificaram que certos utensílios e lâminas tinham passado por temperaturas diferentes, de acordo com sua função. Lâminas, por exemplo, haviam sido expostas a menos calor, o que seria mais apropriado para fazer melhores lâminas, mostrando o caráter intencional dessa quantidade de calor.