Notícias » Mundo

Guillermo Lasso vence eleições presidenciais do Equador: 'Quero ver todos os equatorianos livres'

Lasso ganhou as eleições do país latino no último domingo, vencendo um adversário socialista

Ingredi Brunato, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 12/04/2021, às 15h02

Fotografia de Guillermo Lasso
Fotografia de Guillermo Lasso - Wikimedia Commons

No último domingo, 11, o Equador finalizou suas eleições presidenciais com a vitória de Guillermo Lasso, candidato da direita liberal e ex-banqueiro

Os posicionamentos do novo presidente do país sul-americano incluem a baixa intervenção do Estado no mercado em sua pauta econômica, e como pauta social a defesa da igualdade de gênero, da natureza e dos animais, além do enfrentamento do preconceito motivado por orientação sexual. 

"A partir do dia 24 de maio assumiremos o desafio de mudar o destino de nossa pátria e conseguir para todo o Equador as oportunidades e a prosperidade que todos almejamos", declarou Guillermo em seu primeiro discurso após a vitória, segundo repercutido pela Gazeta do Povo. 

"Não cheguei com uma lista de quem perseguir, nem ver na prisão. Quero ver todos os equatorianos livres, quero que não tenham medo do governo, que não tenham medo de divergir com o presidente da República, que expressem suas opiniões com liberdade", acrescentou ainda o governante. 

Já seu rival durante as eleições, Andrés Arauz, que era apoiado pelo ex-presidente do Equador e possuía um projeto de governo socialista, aceitou sua derrota com modéstia: 

"Vou telefonar para o senhor Lasso, felicitá-lo pela sua vitória eleitoral de hoje e vou mostrar-lhe as nossas convicções democráticas (...) Hoje não é o fim, é o início de uma nova etapa de reconstrução do poder popular, tão necessária ao nosso país", afirmou o político, ainda de acordo com a Gazeta do Povo.