Notícias » Entretenimento

Gwyneth Paltrow, vencedora de Oscar, diz que se arrepende de atuação em ‘O amor é cego’

A comédia romântica foi lançada em 2001

Larissa Lopes, com supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 01/02/2021, às 15h20

Atores de 'O amor é cego' (2001)
Atores de 'O amor é cego' (2001) - Divulgação/Fox

A atriz Gwyneth Paltrow, vencedora do Oscar de Melhor Atriz em 1999 por ‘Shakespeare Apaixonado’, revelou que o filme ‘O amor é cego’ (2001) é um "desastre", e que se arrepende de ter sido a protagonista.

Conforme repercutido pela Rolling Stone, ela contou à Netflix que essa é a produção de que menos gosta, em toda a sua carreira. Na comédia romântica, Gwyneth interpretou Rosemary, uma garota com obesidade que se envolve com Hal - feito pelo ator Jack Black - um homem que só se interessa por mulheres magras, mas depois que é hipnotizado, passa a ver ‘beleza’ no interior das pessoas.

“O primeiro dia que usei a rouba de gorda, eu estava no Tribeca Grand [hotel em NY] e atravessei o lobby. Foi muito triste. E muito perturbador,” explicou a artista. “Ninguém olhava nos meus olhos por ser obesa. Por algum motivo, as roupas que fazem para mulheres acima do peso são horríveis. Me senti humilhada porque todo mundo foi muito mal educado”, afirmou. 

A atriz, cantora e escritora ficou conhecida também por falar sobre liberdade sexual e emancipação feminina. Além dos dois longas, Paltrow fez uma participação na série ‘Glee’, e entrou para o universo cinematográfico da Marvel, em 2008, como Virginia Pepper Potts.