Notícias » Cinema

“Há muitos mal-entendidos", diz viúva de Robin Williams sobre morte do ator

Em entrevista, Susan Schneider Williams revela como foi receber o diagnóstico póstumo

Fabio Previdelli Publicado em 04/01/2021, às 11h15

Susan ao lado de Robin Williams
Susan ao lado de Robin Williams - Getty Images

Segundo o portal NME, a viúva de Robin Williams, Susan Schneider Williams, disse que há vários “mal-entendidos” sobre a morte do ator, que cometeu suicídio aos 63 anos, em 2014. As informações foram repercutidas pela Rolling Stones.  

Após a morte, o ator e comediante foi diagnosticado com Demência Corporal Lewy (DCL), doença degenerativa comumente confundida com os sintomas do Parkinson e do Alzheimer, só que muito mais agressiva. 

Em recente entrevista ao The Guardian, Susan falou sobre o momento em que lhe foi passado o diagnóstico de Williams. “Os médicos me disseram após a autópsia: ‘Você está surpresa que seu marido tinha os Corpos de Lewy em todo o cérebro e tronco cerebral?’ Eu nem sabia o que eram os Corpos de Lewy, mas disse: ‘Não, não estou surpresa’. O fato de que algo se infiltrou em todas as partes do cérebro do meu marido? Isso fez todo o sentido”. 

Segundo relata, esses diversos “mal-entendidos” sobre a morte do ator foi um dos fatores que contribuiu para que ela participasse do filme Robin’s Wish, um documentário que relata os últimos dias de vida de Robin Williams, contando sua luta contra a DCL e de como isso impactou sua carreira e contribuiu para sua morte.  

“Se meu marido não fosse famoso, eu não teria passado por isso, mas há tantos mal-entendidos por aí sobre o que aconteceu com ele e sobre os Corpos de Lewy. Portanto, parecia a coisa certa a fazer”, concluiu Susan.