Notícias » Estados Unidos

Hacker entra no Twitter de Donald Trump e revela senha do presidente

Esta é a segunda vez que Victor Geveres consegue acessar as redes sociais do presidente americano. Senha utilizada por Trump é muito mais óbvia do que se pode imaginar

Fabio Previdelli Publicado em 20/12/2020, às 00h00

O presidente americano Donald Trump
O presidente americano Donald Trump - Divulgação

Segundo informações do site Consequence of Sound, que foram repercutidas pela Rolling Stones Brasil, um hacker chamado Victor Geveres conseguiu logar na conta oficial de Donald Trump no Twitter com a senha ‘maga2020!’ — que seria uma abreviação de seu slogan presidencial “Make America Great Again”. 

Para provar que invadiu a rede social do futuro ex-presidente dos Estados Unidos, Geveres compartilhou prints de sua atividade em 16 de outubro. Após confissão, o Team High-tech Crime, unidade holandesa de investigação, passou a apurar se a alegação era, de fato, verdadeira.  

"Acreditamos que o hacker realmente entrou na conta do Twitter de Trump, no entanto, [ele] atendeu aos critérios que foram desenvolvidos na jurisprudência para se tornar um hacker ético", explicaram em nota. 

O Ministério Público do país disse que, embora a atividade de hacker compreenda uma atividade ilegal na Holanda, o fato de Victor ter divulgado sua invasão para as autoridades — como forma de reforçar sua segurança — o absolveu de qualquer punição. 

Entretanto, de acordo com Consequence of Sound, essa não é a primeira vez que o hacker invadiu as redes sociais de Trump. Em 2016, ele teria conseguido acessá-las usando a senha “yourefired” (“Você está demitido”, em tradução livre), bordão este utilizado por Donald Trump quando apresentava o reality 'O Aprendiz'.  

Sobre Donald Trump

Donald Trump nasceu e cresceu no Queens, entre seus quatro irmãos. Seu pai, Fred, é descendente de imigrantes alemães, enquanto sua mãe, Mary Anne, migrou da Escócia em 1930. Na faculdade, recebeu o diploma de bacharelado em economia, pela Wharton University of Pennsylvania, em 1968.

Aos 25 anos, recebeu a empresa de imóveis e construção de seu pai. À frente da Trump Organization, Donald recebeu o título de magnata. Em 2015, anunciou sua nomeação para a presidência dos EUA pelo Partido Republicano.

Durante sua campanha, Trump usou de discursos de cunho populista e anti-imigração, sempre lembrando seu lema: “Make America great again”.

Em 2016, o republicano derrotou a democrata Hillary Clinton e se tornou o 45º Presidente dos Estados Unidos. Aos 70 anos, ele foi a pessoa mais velha a assumir o cargo.