Notícias » Estados Unidos

Hacker tenta infectar água que abastece cidade na Flórida com alta quantidade de produto químico

De acordo com as autoridades, o cidadão teria conseguido acesso virtual ao sistema de abastecimento de Oldsmar

Penélope Coelho Publicado em 09/02/2021, às 09h34

Imagem ilustrativa de água
Imagem ilustrativa de água - Divulgação/Pixabay

De acordo com informações publicadas nesta terça-feira, 9, pela BBC, autoridades da cidade de Oldsmar, na Flórida, Estados Unidos, realizaram uma denúncia preocupante.

Segundo revelado na publicação, a polícia descobriu que um hacker conseguiu acessar o sistema de água da cidade e fez uma alteração considerada 'perigosa' ao aumentar consideravelmente a quantidade de um produto químico no líquido.

De acordo com as autoridades, o invasor conseguiu aumentar — por um período de tempo breve — a quantidade de hidróxido de sódio (também chamada de soda cáustica) no sistema de abastecimento de água da cidade.

Felizmente, um funcionário da empresa responsável percebeu o ocorrido e alterou os números para a quantia adequada novamente.

Sabe-se que a soda cáustica é usada em estações de tratamento para controlar a acidez da massa líquida, contudo, em grandes quantidades o produto químico representa perigo e altera a água.

Até o momento, não se sabe a identidade do malfeitor e nem se o ataque foi realizado dentro ou fora dos Estados Unidos. O caso continua sendo investigado e a estação de tratamento deve ter a segurança virtual reforçada.

Em entrevista à BBC, o xerife do condado de Pinellas, na Flórida, Bob Gualtieri, afirmou que a população local não deve se preocupar, já que a qualidade da água não foi alterada: “É importante ressaltar que o público nunca esteve em perigo”, disse.