Notícias » Haiti

Haiti: Após criminosos controlarem acesso aos terminais petroleiros, hospitais enfrentam colapso

As instituições sofrem com a falta de energia e de profissionais da área; entenda o caso

Penélope Coelho Publicado em 28/10/2021, às 11h00

Imagem meramente ilustrativa de pacientes fora de um hospital no Haiti, em agosto deste ano após terremoto
Imagem meramente ilustrativa de pacientes fora de um hospital no Haiti, em agosto deste ano após terremoto - Getty Images

Desde o início desta semana, o Haiti vive uma situação alarmante, após criminosos passarem a controlar o acesso aos terminais petroleiros do país.

Com isso, a população enfrenta momentos de caos, sem combustível e consequentemente, com graves problemas no abastecimento de energia elétrica.

O cenário que vem causando mais preocupação é o dos hospitais do país, com pacientes agonizando e até morrendo pela falta de tratamento adequado.

De acordo com informações publicadas nesta quinta-feira, 28, pela agência de notícias RFI, em decorrência da falta de combustível, médicos não conseguem chegar até os hospitais. Além disso, os geradores de luz estão vazios, deixando as instituições de saúde no escuro. 

Em nota, o diretor sanitário departamental, Marcel Chatelier pediu ajuda para a comunidade internacional, na tentativa de reverter a situação.

"Apelamos à comunidade internacional e todos os que possam nos ajudar para facilitar a chegada do combustível, por mar ou helicóptero, até o hospital. Não é possível que pessoas possam morrer assim!”, afirmou.

Além da conturbada situação atual, os haitianos também enfrentam em paralelo um caos político, que já dura meses.