Notícias » Personagem

Harry chama atenção para vacinação contra a covid-19: 'Vacinas não podem ser politizadas'

Os pais do pequeno Archie apareceram pela primeira vez na TV após a polêmica entrevista

Redação Publicado em 09/05/2021, às 20h34

Harry durante o Global Citizem Vax Live
Harry durante o Global Citizem Vax Live - Getty Images

Após a turbulenta entrevista dada a apresentadora Oprah Winfrey, Meghan Markle e Harry apareceram pela primeira vez na televisão dos EUA. Dando atenção para um causa importante, Markle e seu marido chamaram atenção para a importância da vacinação durante o Global Citizem Vax Live.

Com o objetivo de incentivar a vacinação contra o novo coronavírus, artistas fizeram apresentações  para arrecadar doações durante a campanha.

"O ano passado foi definido por comunidades que se uniram incansavelmente e heroicamente para enfrentar a covid-19. Como presidentes de campanha da Vax Live, meu marido (Harry) e eu acreditamos que é fundamental que nossa retomada priorize a saúde, a segurança e o sucesso de todos - especialmente das mulheres, que foram desproporcionalmente afetadas por esta pandemia", disse Meghan, numa mensagem que havia sido gravada.

Markle citou a realidade das mulheres e principalmente as negras durante os efeitos negativos da pandemia do novo coronavírus.

“Mulheres, especialmente mulheres negras, viram uma toda uma geração de conquistas econômicas ser destruída”, disse a atriz.

Ela também mencionou em números o efeito da pandemia na vida das mulheres não só no país em que reside, mas também ao redor do mundo.

“Desde o início da pandemia, quase 5,5 milhões de mulheres perderam seus empregos nos Estados Unidos e mais de 47 milhões de mulheres ao redor do mundo devem chegar à pobreza extrema”, relembrou Markle.

Meghan e Harry esperam o segundo filho, após o nascimento do pequeno Archie. Foi durante o discurso que ela também citou a gravidez e o sentimento de empatia com outras mulheres.

“Eu e o meu marido estamos empolgados pela vinda próxima da nossa filha. É um sentimento de alegria que compartilhamos com milhões de famílias ao redor do mundo. Quando pensamos nela, pensamos em todas as jovens mulheres e meninas ao redor do mundo que deveriam ter a oportunidade e o suporte para nos levar adiante”.

A união

Já Harry, que participou presencialmente do evento beneficente, ressaltou a importância da humanidade se unir neste momento tão delicado em vídeo divulgado pela campanha no Instagram.

"Tantas coisas foram politizadas ao longo dos anos, mas quando falamos de vida ou morte - que é disso que estamos falando agora - as vacinas não podem ser politizadas. Temos que nos unir como humanos, como pessoas, é como vamos sair dessa e devemos garantir que todos ao redor do mundo tenham igual acesso à vacina, caso contrário, nada disso funcionará".

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Global Citizen (@glblctzn)