Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Heroína da Rússia

"Heroína da Rússia": Mulher coronel é morta na Guerra da Ucrânia

Olga Kachura, considerada "heroína da Rússia", morreu após ataques de mísseis na guerra da Ucrânia

Redação Publicado em 04/08/2022, às 14h49

Coronel russa morre durante ataque de mísseis na guerra na Ucrânia - Reprodução/Vídeo/Mikhail SeelDEREY
Coronel russa morre durante ataque de mísseis na guerra na Ucrânia - Reprodução/Vídeo/Mikhail SeelDEREY

Uma coronel da Rússia morreu em decorrência de um ataque de mísseis durante a guerra na Ucrânia. O alvo foi em Horlivka, na região de Donetsk. Segundo o exército russo, os disparos vieram das forças armadas ucranianas.

Olga Kachura, de 52 anos, era chefe da divisão de artilharia e foguetes em Donetsk. Ela estava presente no combate desde 2014, quando a Rússia anexou o sul da Ucrânia — e, em 2015, tornou-se coronel. 

Kachura estava em um carro quando ocorreram os disparos e morreu na hora. A Ucrânia não confirma a autoria do ataque. Segundo o portal UOL, o Kremlin prestou uma homenagem à coronel, a enaltecendo "pela coragem e heroísmo demonstrados no cumprimento do dever", além de declará-la como "heroína da Rússia".

Morte de mais um oficial

Olga Kachura é a 97ª oficial que tem sua morte reconhecida pelo presidente da Rússia, Vladimir Putin. A mulher deixou dois filhos.

Como informado pelo jornal Daily Mail, Kachura foi acusada de ser comandante dos ataques de bombas durante a guerra. Ela teria "se orgulhado e gabado" pela morte de civis em 24 de fevereiro. 


O site Aventuras na História está no Helo! Não fique de fora e siga agora mesmo para acessar os principais assuntos do momento e reportagens especiais. Clique aqui para seguir.