Notícias » Entretenimento

História do grande mafioso Bumpy Johnson é retratada em nova série

Conhecido como o Robin Hood do Harlem, o gângster foi uma das personalidades mais icônicas na Nova York de 1960

Pamela Malva Publicado em 16/07/2020, às 17h13

Fotografia de Bumpy Johnson e Forest Whitaker, que o interpreta na série
Fotografia de Bumpy Johnson e Forest Whitaker, que o interpreta na série - Wikimedia Commons/ Divulgação/ FOX Premium

Mais do que apenas um gângster, Ellsworth Bumpy Johnson — também conhecido como o Robin Hood do Harlem — é uma lenda em Nova York. Ele foi um homem de muito poder, mas tirava seu combustível de um lugar inesperado.

Para Bumpy, uma grande influência em sua comunidade, o que realmente importava era a necessidade de ser considerado igual. Era, afinal, era inteligente, maquiavélico e tinha o que era preciso para ser um chefe.

Extremamente intelectual, o líder também era capaz de brutalidades sem tamanho e, por anos, manteve-se aliado da máfia italiana, até que foi preso. De volta à Harlem, Bumpy percebeu que seu bairro não era mais o mesmo.

Forest Whitaker como Bumpy em Godfather of Harlem / Crédito: Divulgação/ FOX Premium

 

As drogas haviam prejudicado profundamente a comunidade e, pior ainda, a própria filha de Bumpy. Assim, ele decide lutar para recuperar seu império, com a ajuda de Malcom X e influenciado pelo movimento dos direitos civis.

Inspirada em fatos reais, a história de Bumpy é retratada em Godfather of Harlem, uma produção escrita por Chris Brancato e Paul Eckstein. Em exibição todas as sextas,  às 22h15, no FOX Premium 1, a série aborda a vida do homem que, no início dos anos 1960, foi um dos mafiosos mais relevantes dos Estados Unidos.

Interpretado por Forest Whitaker, Bumpy retorna para recuperar seu bairro depois de uma década na prisão de Alcatraz, em São Francisco. Combinando eventos históricos e políticos, a série ainda discute o movimento liderado por Martin Luther King pela luta dos direitos civis e a criminalidade da época, causada pelas drogas e pelo tráfico de armas.